15 de fev de 2014

Livro: Os 13 Porquês - Jay Asher




Autor: Jay Asher
Editora: Ática
Ano: 2012
Páginas: 342
Gênero: Bullying; Suicídio; Depressão; Drama; Suspense; Infanto-juvenil;
Nota: 5/5

Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Encontrei esse livro em minha última visita a biblioteca e não me arrependo de tê-lo trazido para casa. Apesar de ele ser um livro infanto-juvenil ele deveria ser lido por todos. Eu como professora e educadora me vejo no direito de indicar esse livro quando o assunto for bullying. Porque é um assunto muito sério. Eu sempre sofri bullying desde que tinha dez anos e garanto que você também ou sofreu ou praticou em algum momento. Não é agradável né? Naquela época meus professores não tinham conhecimento dessa palavra e não puderam fazer muito por mim. E é sobre isso que o autor Jay Asher narra nesse livro. Um caso de bullying que não foi descoberto e que acabou em uma tragédia.

Imagina você chegar a uma escola nova e poder... Ser quem você quiser. Recomeçar sendo uma pessoa completamente diferente. Você é aluna nova e ninguém te conhece. Parece uma boa ideia. Mas só parece. Porque você começa a conhecer as pessoas erradas que não ligam a mínima para você. E então começa uma série de boatos mentirosos para acabar com a sua reputação e marca-la para sempre de forma negativa. Essa era a vida de Hannah Baker. Ou a vida que os outros tinham inventado por ela. No começo do livro não a conhecemos. Apenas sabemos sobre o seu trágico fim: ela está morta. Ninguém sabe os motivos que a levaram a tomar aquela atitude. Mas o que eles não sabem é que há treze pessoas envolvidas diretamente com sua morte.

Não, Hannah não queria tirar sua própria vida. Mas ela não aguentava mais viver daquela maneira. Uma reputação criada por maldade pelos seus colegas de escola. Nem em sua própria casa ela tinha sossego. E é isso que Hannah narra em sete fitas cassete marcada por treze números. Ou melhor, treze histórias que nos mostram quem ela era na verdade. Clay é um dos números e agora ele precisa ouvir todas as fitas para descobrir como contribuiu para esse trágico acidente. E então ele começa. Vemos os fatos narrados verdadeiramente por Hannah através das fitas e também pelos olhos de Clay, um mero expectador. E então chegamos a conclusão de que ninguém ligava. Todos os sinais estavam ali e simplesmente ninguém viu ou fingiu que não via ou ignorou completamente fingindo que não estava acontecendo. E então ela tomou uma atitude que não foi da noite para o dia. Ela nem pensava nisso. Pelo contrário. Por muito tempo ela buscou soluções, mas não adiantou e chegou um dia que ela estava cansada demais para tentar nadar contra a corrente. O dia em que a decisão precisava ser tomada porque era a última escapatória.



Foi um livro... Chocante, no mínimo. Porque é como se você não visse ninguém a sua volta por ser ‘importante’ demais ou fingindo ser assim enquanto ignora pessoas para fazer o seu ego inchar. Você se coloca no lugar da protagonista e deseja profundamente que melhore de alguma forma. Você tem vontade de ampará-la e começa a enxergar dentro de você. Como seria a sua reação? O que você faria se acontecesse com você? Hannah não era uma pessoa fraca. O bullying apena a enfraquecia. Um pouco todos os dias até que ela apenas se cansou de todo o seu esforço em vão. Foi como eu já disse antes – todos nós deveríamos ler esse livro em algum momento da vida – porque ele te faz olhar para o outro com um olhar sensível. O outro precisa ser ouvido e visto, afinal é um ser humano como todos nós.

Fotos e resenha por Roberta Ferreira, acompanhe ela nas suas redes sociais gatonas:

2 comentários:

  1. Nossa, completamente chocante e incrível!
    A resenha foi super bem feita, tá ótima!
    E meu deu uma mega vontade de ler o livro! Vou procurar pra baixar, haha.
    Adorei mesmo, tô até visitando o blog dela.
    Beijão,

    www.mabeato.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As resenhas da Roberta são muito incriveis Marcella,
      vale a pena conferir o blog dela também :D

      Bjãoo

      Excluir

Comenta gatah!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...